CADÊ?

abril 26, 2010

Um mal-entendido como a inflada do curriculum?

A nota de esclarecimento fixada no site oficial de Dilma Rousseff a respeito da presença de imagem do Norma Bengell entre duas da pré-candidata, ladeado pelo texto que se vê, com link para a sua biografia, firmada por Pepper Interativa, empresa que a assessora em incursões na internet, aposta que todos sejamos o Eremildo, criação de Elio Gaspari. Ei-la:
O blog Dilmanaweb lamenta profundamente a interpretação equivocada da foto que traz a atriz Norma Bengell participando de uma passeata contra a ditadura.
Jamais houve a intenção de confundir a sua imagem com a de Dilma, o que seria estapafúrdio, ainda mais se tratando de uma figura pública. O que se busca, ali, é ressaltar um momento da vida do país do qual Dilma participou ativamente. Outras fotos do blog fazem referência a esse momento em que os brasileiros foram às ruas pedir o fim da ditadura.
Dilma participou de todas essas lutas. Elas fazem parte de sua vida e da vida de milhões de brasileiros. Lamentamos eventuais mal-entendidos que possam ter ocorrido e tomaremos providências para evitá-los.
 Ok. Então, buscou-se, com a imagem de Norma Bengell participando de manifestação, durante o regime militar, ressaltar um momento da vida do país do qual Dilma participou ativamente? E as duas outras imagens a que se propõem?

4 comentários:

Guilherme Scalzilli disse...

É divertido ver a Folha condenando a foto de Dilma/Bengell, depois de protagonizar casos de subjornalismo (a ficha falsa de Dilma Rousseff, o dossiê contra Victor Martins, a planilha de gastos do casal FHC, a tentação sexual de Lula), proselitismo reacionário (a Ditabranda e seus congêneres, o antipetismo botocudo) ou favorecimentos corporativos (a defesa da TV paga). Muito coerente da sua parte.
É esse padrão de "honestidade" que se alinha à campanha de José Serra.

M. de Moura Filho disse...

Pois é, senhor Guilherme Scalzilli, o PT e seus próceres, com suas purezas, deveriam evitar o cometimento de infantilidades - porque desprovidos de má-fé, não é mesmo? Sabem, aposto, que a imprensa aliada com a campanha do senhor José Serra não perde oportunidade de realçar travessuras, como a da foto de Norma Bengell.
Não devem se preocupar com Caros Amigos, para citar também apenas uma única publicação, porque não se alinha com a campanha do senhor José Serra.

Airton Sampaio disse...

Leonam, todo e qualquer PeTralha tem o monopólio da honestidade. PeTralha que erra ou rouba nasce morto. Ih, rapaz, a Norma Benguel era bonita...

M. de Moura Filho disse...

Sem dúvida, Airton. Sim, Norma Bengell era bonita, muito bonita.
Admirável, por outro lado, a disposição dos petistas em repelir qualquer gesto contra os seus próceres. O senhor Guilherme Scalzilli, por exemplo, destinou comentário a este blog com mesmo texto que encaminhou à Folha de São Paulo... Assim, explica-se a referência ao diário paulista e a frase "Muito coerente da sua parte".
Confira: http://comentarios.folha.com.br/perfil?user=7301&skin=folhaonline.
A respeito de, na essência, repulsar a acusação de esperteza, envolvendo a senhora Dilma Rousseff, nenhuma palavra.