CADÊ?

junho 04, 2008

A Geração de 1970: bate-papo com Airton Sampaio no SALIPI



Ontem, às 20h00min., Airton Sampaio, integrante do Grupo Tarântula e organizador de A Geração de 1970: contos antológicos, foi recebido por um dos coordenadores do Salão do Livro do Piauí, o professor Luiz Romero. O bate-papo, transmitido pela Rádio Antares, prometia. Afinal, o professor Luiz Romero começara bem, com elogio, mais do que merecido, à capa de Amaral para o livro. Não foi ruim. Mas o anfitrião poderia ter permitido ao Airton Sampaio mais intervenções. Melhor seria para quem, de qualquer forma, testemunhava o encontro. A performance do anfitrião, centrando em si a atração, e preocupado, ao que parece, com o tratamento que Wellington Soares tem dado ao sexo, somente foi abatida com a intervenção do inquieto Bezerra JP, em discurso de um fôlego só. No geral, aposto que Airton Sampaio convencera, se necessário fosse convencer, de que, além de um dos melhores contistas, possui embasamento teórico que o eleva à condição de palestrante, e não apenas, injustamente, para servir de auxiliar de cena.




Airton Sampaio, após o bate-papo, autografou exemplares de A Geração de 1970: contos antológicos.



2 comentários:

Arma disse...

o bate-papo é p/ ser um ambiente descontraído. e a meu ver o Luiz só tentava melhorar o clima, pq c/ aquela cara que o Airton entrou... não era p/ ser uma palestra do Airton, era p/ ser um bate-papo, mas o Prof Airton não colaborou. sempre prepotente


*minha opnião

Pam Krishna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.