CADÊ?

novembro 23, 2008

Armazém Paraíba: desperta em qualquer lugar


A programação é seguida rigorosamente. Depois de estremecer as redondezas do Teresina Shopping com show pirotécnico, Daniel entoou repertório conhecido. O ponto alto do mau gosto foi o surpreendente aniquilamento, por infelizes desafinados, da já ordinária O menino da porteira.

Tento assistir a algum filme na TV. Daniel não deixa.

Finda a apresentação de Daniel por volta da meia-noite, e Zezé de Camargo e Luciano continuam a me torturar com o famigerado repertório sertanejo.

Por que não me dediquei à meditação transcendental?


3 comentários:

Airton Sampaio disse...

Leonam, vc queria o quê? Música minimamente inteligente não dá voto. Você já se esqueceu de que o filho do homem do Armazém é o futuro donatário da Fazenda Piauí? Algodão nos ouvidos, amigo, que isso é só o comecim!

EMERSON ARAÚJO disse...

É a festa de babel, Leonam, ou melhor a festa de papel. Este Paraíba que ainda demite as mulheres por estarem grávidas, continua dando as cartas, dando os baralhos e apostando na próxima eleição. Eita, Piauí cego, Chico Paulo!

josé marques disse...

Mas dr. moura,permissa venia, é isso que o povão gosta.
Música de péssima qualidade e sem letra.
Espero que esta situação mude ou então estaremos mortos, os amante da boa musica.