CADÊ?

setembro 07, 2008

Olhos meus!!!

O título desta postagm denuncia, claramente, a possessividade. Ledo engano. Estes olhos são da Bruna, minha filha. A Bruna, apesar de todos os problemas de saúde que enfrenta, desde os primeiros meses de vida, como uma verdadeira guerreira, irá, tenho certeza, inteira, saudável, ao meu funeral, que, sei não tarda, apesar do meu esforço de matar muitas pessoas de raiva.

4 comentários:

Airton Sampaio disse...

Que é isso, Leonam? Que papo de morte é esse? Vade retro! Abração!

kenard kruel disse...

quando menino, aliás, menino ainda sou e jamais deixarei de sê-lo, pois bem, quando mais novo, morando nas parnaíbas dos imortais, ia sempre a um povoado chamado alto do batista, tendo que atravessar o rio igarassu (ou igaraçu) para tanto, passando pelo bairro tucuns. ou de canoa ou a nado. de preferência a nado, para não pagar o canoeiro e ser danado como todo menindo deve ser danado. neste povoado - alto do batista, tinha um costume que somente depois passei a entender. beber defunto. como não bebo mais, a não ser água mineiral, e nem como mais, por conta do regime do dr. roberval leite, a não ser livro, como diz minha namoradinha (reclamando, em breve, de barriga cheia), não serei eu a honrar, pela morte anunciada do tarântula m. de moura filho, a tradição da localidade. mas, fica a sugestão. a de beber ou comer o m. de moura filho. e, de quebra, se possível, ainda, o tarântula airton sampaio, que pensa entrar para a academia piauiense de letras, só pode, achando que não vai morrer. vai... ou vira imortal ao lado do alcenor candeira e do elmar carvalho. ora, se não vira! rema rema remador...

J.L. Rocha do Nascimento disse...

É Airton, estou com vc nessa! Morte só se for mesmo no sentido figurado, de raiva, e somente dos desafetos.

abs!

M. de Moura Filho disse...

para desespero, talvez, de algumas pessoas, não pretendo morrer tão cedo. tampouco, que eu saiba, estou à beira da morte.
talvez não tenha eu sido entendido, por minha culpa: a referência à minha morte é, de certa forma, uma oração (ou sacrifício, que seja) pela cura de minha filha Bruna. e só.
valeu, Airton e J. L. Rocha do Nascimento.
sinto ter que te decepcionar, Kruel. só morrerei, espero, e muito tempo depois, após ver você, Bezerra JP e Cineas Santos como imortais. veja, pois, que não pretendo virar pedra.